Sebo Capricho
Parcelas até 12x no cartão
Entregas para todo o Brasil
Entregas de Moto Táxi para Londrina
Whatsapp: (43) 991271035
(43) 3028-8581
BLOG
O maior acervo de livros usados do Paraná
Carrinho (0)
Busca Rápida:
Blog Sebo Capricho
É tempo de teatro!
Toda Rede Comunicação
21 de Agosto de 2019

Em Londrina é tempo de Festival Internacional de Teatro. Grandes companhias e atores se apresentam nos palcos da cidade até dia 01 de setembro. Com o tema “FILO 50 +1”, o Festival movimenta Londrina com muito teatro, música, debates sobre o fazer cultural e reflexões sobre o próprio futuro. Aproveitando esse momento, o blog do Sebo Capricho aborda nessa semana a literatura dramática, um dos gêneros mais antigos da história da literatura mundial, com destaque para alguns escritores.

Desde a Grécia, o gênero encanta e atrai multidões. Antes, com as famosas “Tragédias Gregas”, os espetáculos eram uma das principais fontes de entretenimentos da população. De lá para cá, o gênero foi “produzindo” e destacando na História diversos autores. Entre eles, o grande William Shakespeare, nascido na Inglaterra em 1.564. Com uma vasta obra, é dele o grande clássico Romeu e Julieta, que ganhou os palcos e já foi adaptado para o cinema e a televisão.

São dele ainda as peças Hamlet, Rei Lear, Macbeth, Otelo, A Megera Domada, Sonho de Uma Noite de Verão, entre outras que são consideradas algumas das obras mais importantes da literatura inglesa e mundial.

No Brasil, o gênero dramático estreou logo no início da colonização, com Padre José de Anchieta, mas se desenvolveu mais fortemente no século XIX, junto com o romantismo, e ganhou ares modernos a partir do ano de 1900, com destaque para grandes autores dramáticos no século passado.

Entre os dramaturgos, destacam-se Oswald de Andrade com peças como O Rei da Vela, uma das mais importantes da literatura moderna brasileira. Nelson Rodrigues ajudou a revolucionar o teatro no País. São dele peças famosas como Vestido de Noiva, O Beijo no Asfalto, Toda Nudez será Castigada. Suas peças eram realistas, criticavam a sociedade, e muitas vezes foram consideradas obscenas e imorais.

Entre outros grandes dramaturgos na história do teatro do País estão o grande Ariano Suassuna, cujas obras tinham como matéria-prima a cultura nordestina. São dele a famosa “Auto da Compadecida” e “O Santo e a Porca”. Plínio Marcos é outro escritor que presenteou a literatura dramática com obras primas, como Dois Perdidos Numa Noite Suja e Navalha na Carne. E Dias Gomes, autor de uma das peças brasileiras mais famosas, adaptada para o teatro, cinema e televisão: O Pagador de Promessas.

e-tempo-de-teatro!.jpg
Créditos: Pixabay
Compartilhe:
Deixe um comentário